Documento de Referência de Sistema – Parte 3 (Final)

Amigos Mestres e Aventureiros,
Lançamos hoje a última parte do DRS (Documento de Referência de Sistema – 5.1), o conjunto de regras básicas em que baseia o Dungeons & Dragons 5º edição, o RPG de fantasia medieval mais jogado no mundo.
Nesta Parte 3 (sim, pulamos a Parte 2, mas ela está inclusa já neste documento!), o leitor encontrará as informações sobre Raças, Classes, Núcleo de Regras e Magias (publicadas na Parte 1), os Monstros, Criaturas Diversas e PdMs (contidos na Parte 2) e os Itens Mágicos e Artefatos (Parte 3).
 
Este documento é uma iniciativa para a produção de um material feito por RPGistas para RPGistas. Buscamos com ele também incentivar produtores de conteúdo e editoras, que poderão usar este documento de maneira livre e gratuita, para criar e, assim, aumentar a quantidade de aventuras, suplementos e outros materiais disponíveis em língua portuguesa.
 
Esperamos que apreciem e divulguem este trabalho, fruto de muitas horas de discussão e traduções, feito de maneira entusiasmada e totalmente voluntária.
 
Nós, dos Aventureiros dos Reinos, estamos abertos a sugestões e críticas construtivas, a fim de aprimorar este texto. Aproveitamos também esta oportunidade para convidar aqueles que gostam verdadeiramente de RPG e do Cenário dos Reinos Esquecidos e que tem vontade de colaborar, para se unirem a nós em uma grande comunidade!
É importante lembrar que com a publicação do D&D 5ª ed. em português no Brasil pela Galápagos, certamente os termos terão sua versão oficialmente localizados, portanto uma futura adequação do SRD, tendo como base esses termos, será feita oportunamente após o lançamento oficial dos livros.
 
Um grande abraço e cliquem na imagem abaixo para fazer o download, direcionado para a página da DM’Guild!
 
Aventureiros dos Reinos

Clique para baixar o DRS 3.0 no site da DM’s Guild

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Augusto disse:

    Olá nobres aventureiros!

    Primeiramente, gostaria de saudar e agradecer a.disposicao (diga-se hercúlea) em realizar a tradução do material da 5e!

    Contudo, tem uma tradução de uma magia específica que gerou um tanto de debates.

    Trata-se da “Proteção contra a morte”, “Death Ward) no original.

    O texto em português ficou assim: “A primeira vez QUE O ALVO CAIR À 0 pontos de vida como resultado de ter sofrido dano, este, em vez disso, cai para 1 ponto de vida e a magia termina. ”

    Acredito que o trecho destacado acima não corresponde na integralidade com o texto em inglês: “The first time the target WOULD DROP to O hit points as a result of taking damge…”

    Entendo que ao invés de “que o alvo cair à 0 ponto de vida” seria melhor “A primeira vez que os pontos de vida do alvo PODERIAM SER REDUZIDOS À 0, com resultado de….”

    Aponto isso pois temos uma ordem específica no encadeamento dos fatos, no texto em português, quando um personagem sofre dano que o reduza a além do 0PV, entendo que o alvo cair ao chão (se for.o caso), enquanto que a magia no texto original evitaria essa queda (repito, no meu entender raso das regras), assim o alvo permaneceria em pé respeitando todas as situações de combate envolvidas. Pois, se eu caí ao chão, mas volto a ter 1 PV como resultado da magia, meio que o personagem poderia até se fingir de morto no chao, caído.

    De tudo que eu pude ver só isso que trago mas, caso a minha visão esteja equivocada, peço que me orientem pois tive um debate b longo com meu mestre por causa desta magia… Hehehe

    Abraço a todos e que seus dados sejam afiados e que muitos acertos críticos os favoreçam!

    • Daniel Bart disse:

      Caríssimo Augusto, você está coberto de razão!

      Houve de fato um pequeno erro de tradução. O correto é mesmo “A primeira vez que o alvo cairia à 0 pontos de vida como resultado de ter sofrido dano, este, em vez disso, cai para 1 ponto de vida e a magia termina”.

      Se você debateu com o seu Mestre, você estava com a razão no seu apontamento.

      A correção já foi feita no documento original, e assim que tivermos outros eventuais apontamentos, lançaremos uma versão corrigida.

      Abraços e muito obrigado pela observação!

      Que os deuses de Faerûn o favoreçam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: