Hall of Heroes

Hall_of_Heroes
Capa do acessório Hall of Heroes

Produto: Hall of Heroes – TSR9252 (FR7)
Autores: Ed Greenwood, Jeff Grubb, Kate Novak, Davis E. Martin, Jim Lowder, Bruce Nesmith, Steve Perrin, Mike Pondsmith, R. A. Salvatore
Arte de Capa: Jeff Easley
Arte Interna: Ned Dameron
Editora: TSR, Inc.
Tipo: Acessório
Ano nos Reinos: 1.358 CV
Lançamento: Abril de 1989
Páginas: 128 (brochura)
Série: Série FR
Antecedida por: Dreams of the Red Wizards
Seguida por: Cities of Mistery

Hall of Heroes (ou Câmara dos Heróis) é o sétimo acessório da Série FR para o mais famoso cenário de campanha de Advanced Dungeons & Dragons, Forgotten Realms.

Em Hall of Heroes são detalhados diversos personagens dos romances que haviam sido lançados até o momento, tanto em história quanto em estatísticas de jogo. Este acessório foi um dos poucos da Série FR  a não detalhar geograficamente um local.

Origens I: A Série FR. Em 1987 e 1988, a TSR publicou uma meia dúzia de suplementos em uma série chamada de FR, referenciando Forgotten Realms, a maioria delas de temática geográfica. A série foi uma quantidade fenomenal de suporte para o cenário, equiparada apenas pela linha de suplementos chamados de Gazetteers (de 1987 a 1991).

Entretanto, Hall of Heroes foi algo noivo para a Série FR, pois se tratava de um livro de personagens não jogadores, ou personagens do Mestre.

Origens II: A Nova Edição. O ano de 1989 trouxe consigo grandes mudanças para os jogos de AD&D na forma de uma segunda edição de regras. O novo Player’s Handbook (de 1989, aqui no Brasil publicado pela editora Abril no ano de 1995 com o título de Livro do Jogador) foi publicado simultaneamente com Hall of Heroes no mês de fevereiro, já com sua capa anunciando orgulhosamente que este era um dos primeiros suplementos a adotar as regras de AD&D 2nd Edition.

Exceto que não era. Dentro de Hall of Heroes você encontraria bárbaros, cavaleiros e usuários de magia não especializados. É praticamente um livro da primeira edição vestido de segunda edição. Mas foi como a TSR lidou com o assunto entre o fim de 1988 e o começo de 1989: com seus livros prometendo conteúdo misto e suporte para as 1ª e 2ª edições, independente do que havia contido lá dentro, já que a as mudanças não eram vistas como tão grandes assim.

Origens III: Os Romances dos Reinos. Forgotten Realms não estava recebendo suporte somente na linha de RPG, estava também recebendo suporte da linha de ficção. Os romances já eram uma parte integral dos planos de publicação desde o lançamento de Darkwalker on Moonshae (de 1987), dois meses antes do lançamento do próprio Forgotten Realms Campaign Set (também de 1987).

Em fevereiro de 1989 já existiam sete romances nos Reinos. Douglas Niles havia acabado de completar sua trilogia Moonshae com os romances Darkwalker on Moonshae (de 1987), Black Wizards (de 1988) e Darkwell (de 1989), enquanto R. A. Salvatore já havia escrito dois dos livros de sua trilogia do Vale do Vento GélidoIcewind Dale com A Estilha de CristalThe Crystal Shard (de 1988 e publicado no Brasil pela Devir em 2005) e Rios de PrataStreams of Silver (de 1989 e publicado no Brasil pela Devir também em 2005). Por fim, a TSR havia publicado dois livros que tinha a intenção de serem individuais: Spellfire (de 1988), escrito por Ed Greenwood e Azure Bonds (de 1988), escrito por Kate Novak e Jeff Grubb.

Esses romances ofereceram uma quantidade enorme de conhecimento dos Reinos, cada punhadinho tão valioso quanto o que continha de conhecimento nas aventuras e nos acessórios. Mas deveria haver uma ponte entre o vão que dividia a ficção do jogo de interpretação.

Origens IV: Fazendo a Ponte. Já havia alguma cooperação entre as linhas de ficção e RPG da TSR, como nos romances e aventuras de Dragonlance. O próprio Forgotten Realms já tinha visto isso com os romances da trilogia Moonshae e o acessório Moonshae (de 1987), enquanto Jennell Jaquays incorporou o norte descrito por R. A. Salvatore em seu Savage Frontier (de 1988).

Essa cooperação aumentaria muito mais em 1989, graças grande parte ao novo editor da linha de ficção dos Reinos, James Lowder. Ele fez o máximo possível para envolver Jeff Grubb, Kate Novak e R. A. Salvatore no desenvolvimento de Hall of Heroes, e ele ainda acrescentou a ajuda de Ed Greenwood, que ofereceu diversas anotações ao conteúdo.

Na ocasião, Lowder estava envolvido na coordenação do maior evento de ficção dos Reinos, a trilogia Avatar. Junto com os autores, ele conseguiu conectar Hall of Heroes com os romances dos Reinos. Eles criaram os históricos dos protagonistas da trilogia enquanto os romances ainda estavam sendo escritos.

Desde a incorporação dos Reinos pela TSR, mais do que nunca haviam diversas mãos trabalhando no cenário. O papel de Lowder para unir estes escritores e autores foi importante para a ampliação do cenário em algo coerente.

Origens V: O Livro Perdido. A coordenação de Hall of Heroes feita por James Lowder garantiu que o acessório desse suporte para os primeiros dez romances dos Reinos, mas na verdade havia muito mais aí. David “Zeb” Cook havia proposto um conjunto de romances nos Reinos Esquecidos tendo como base o seu Kara-Tur. A proposta estava sendo considerada e haveria um décimo primeiro romance. Seus personagens até estão em Hall of Heroes.

Infelizmente, o romance nunca foi concluído. Ele provavelmente foi deixado de lado por mudanças no departamento editorial. Cook eventualmente escreveu um romance relacionado a Kara-Tur posteriormente, quando escreveu o primeiro livro da trilogia Empires, com Horselords (de 1990). Ao mesmo tempo, os personagens de Cook retornaríam em duas aventuras, Ronin Challenge (de 1990) e Test of the Samurai (também de 1990).

Origens VI: A Força dos PdMs. PdMs eram um elemento essencial dos Reinos Esquecidos. Isso ficou óbvio desde que o próprio Elminster escreveu pela primeira vez em “Pages from the Mages” na revista Dragon nº 62 (de junho de 1982). Os romances dos Reinos só aumentaram a importância dos personagens não jogadores.

Anos depois, os Reinos aumentariam ainda mais sua reputação de ser um cenário cheio de PdMs importantes e poderosos. Hall of Heroes, com a incorporação desses heróis de ficção na linha do RPG foi um passo essencial para essa senda.

Expandindo o D&D. Hall of Heroes apresenta as primeiras regras para o fogo mágicospellfire, um sistema mágico único dos Reinos Esquecidos. As regras seriam repetidas no Heroes’ Lorebook (de 1996) e no Volo’s Guide to All Things Magical (também de 1996).

PdMs de Nota. Elminster é o único “personagem principal” encontrado em Hall of Heroes que não é o principal protagonista de um romance, embora ele apareça bastante em Spellfire. O restante dos personagens principais que aparecem no acessório estão todos ligados diretamente a um romance. Somente para exemplificar, temos o Príncipe Tristan Kendrick e Robyn, da The Moonshae Trilogy; Bruenor Martelo-de-BatalhaBruenor Battlehammer, Drizz’t Do’Urden e Wulfgar, dá até então duologia do Vale do Vento GélidoIcewind Dale; Narm Tamaraith e Shandril Shessair, de Spellfire; Alias e Isca-de-DragãoDragonbait, de Azure Bonds; os personagens da vindoura Avatar Trilogy; e Doin Sanehiro, do romance não escrito de Kara-Tur.

Hall of Heroes também incluía curtas menções de vários “personagens menores”, que incluía personagens secundários dos romances, personagens notáveis de Cormyr, dos ValesDalelands e Águas ProfundasWaterdeep, e um grupo de heróis conhecidos como Cinco IrmãsFive Sisters, que iriam estrelar o mais proeminente acessório The Seven Sisters (de 1995).

PdMs de Nota: Organização. Companhias de aventureiros sempre foram importantes nos Reinos, desde as primeiras aventuras de D&D de Ed Greenwood. Dois desses grupos são apresentados em Hall of Heroes.

Os Cavaleiros de Myth DrannorKnights of Myth Drannor são baseados em um dos grupos de RPG mais duradouros de Greenwood, embora a história deles aqui não esteja alinhada com o que foi revelado mais tarde por Greenwood na trilogia Knights of Myth Drannor (de 2006 a 2008).

A Companhia dos OitoThe Company of Eight foi uma companhia criada por Scott Haring para o suplemento Empires of the Sand (de 1988).

Informações da contracapa do produto:

O mundo de fantasia de Forgotten Realms tem sido o local de muitas e grandiosas aventuras, e lar de incontáveis e valentes heróis e infames vilões. Muitas palavras de seus feitos foram contadas em romances como a Moonshae Trilogy, de Douglas Niles, a Estilha de CristalThe Cristal Shard, de R. A. Salvatore, Azure Bonds, de Kate Noval e Jeff Grubb e Spellfire, de Ed Greenwood (o criador do cenário de fantasia de Forgotten Realms).

Até agora, os personagens desses romances de Forgotten Realms não estavam disponíveis para os jogadores de AD&D. Mas não mais.

Hall of Heroes fornece histórias completas e estatísticas de jogo para estes tão amados personagens, tais como Elminster, o grande sábio e mago dos Reinos, Tristan Kendrick e Robyn das Ilhas MoonshaeMoonshae Isles, Wulfgar, o Bárbaro, Drizzt, o elfo negro e Bruenor, o anão, todos das regiões nortenhas, além de Alias e Isca-de-DragãoDragonbait, Shandril e Narm Tmaraith e muitos mais.

Mas Hall of Heroes é mais do que uma lista de estatísticas de jogo: ele é também um suplemento que descreve (entre outras coisas) formas de vida artificiais e mágicas dos Reinos, bem como descreve o modo de vida dos elfos, anões, homens-lagarto e outras criaturas exóticas.

Se você se interessa pelo cenário de campanha de Forgotten Realms, você encontrará entretenimento e intriga o suficientes neste volume”.


Fontes

Forgotten Realms Wiki. http http://forgottenrealms.wikia.com/wiki/Hall_of_Heroes. (25/02/2018).
RPG.net. https://index.rpg.net/display-entry.phtml?mainid=2333. (25/02/2018).
DM’s Guild. http://www.dmsguild.com/product/16814/FR7-Hall-of-Heroes-1e-2e?term=hall+of+heroes&test_epoch=0&it=1. (25/02/2018).

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s