Lords of Darkness (1989)

Acessório - Lords of Darkness (capa)
Capa do acessório Lords of Darkness, de 1989.

Produto: Lords of Darkness – TSR9240 (REF5)
Autores: Ed Greenwood, Deborah Christian, Michael Stackpole, Jennell Jaquays, Steve Perrin, Vince Garcia, Jean Rabe
Arte de Capa: Jeff Easley
Arte Interna: Karl Wailer
Editora: TSR, Inc.
Tipo: Acessório
Ano nos Reinos: ??
Lançamento: Fevereiro de 1989
Páginas: 96 (brochura)
Série: Série REF
Antecedida por: The Book of Lair II (não se passa em Forgotten Realms)
Seguida por: Rogues’ Gallery (não se passa em Forgotten Realms)

Lords of Darkness (ou Senhores da Escuridão) é um acessório para o mais famoso cenário de campanha de AD&D, Forgotten Realms.

Lords of Darkness é uma coletânea de aventuras curtas que tem como tema central os mortos-vivos de diversos tipos. Além disso, existem notas de acontecimentos de fundo e cenários específicos para cada tipo de morto-vivo.

Origens I: Mais Série REF. Assim como os acessórios da Série AC para o Basic D&D, a Série REF (de referências) para AD&D era uma coleção variada. Os primeiros lançamentos da série eram focados nas generalidades dos escudos do Mestre e das fichas de personagens para jogadores, mas com o REF3, The Book of Lairs (de 1986) e do REF4, The Book of Lairs II (de 1987), a série mudou para aventuras curtas.

REF5, Lords of Darkness é praticamente um terceiro Book of Lairs, pois usa um formato semelhante, focando cada uma de suas aventuras curtas em um monstro ou terreno específicos, com a excessão que as aventuras são um pouco mais longas e que os monstros são todos mortos-vivos.

Origens II: Mais Reinos. Lords of Darkness foi um suplemento do início de Forgotten Realms. O Forgotten Realms Campaign Set (de 1987) possuía apenas um ano e meio de lançamento e havia uma meia dúzia de suplementos da Série FR, mas aventuras para os Reinos estavam realmente escassas. Sem contar as aventuras adaptadas das Séries H, I e OA, as únicas aventuras completamente originais dos Reinos eram Under Illefarn (de 1987), Swords of the Iron Legion (de 1988) e Ruins of Adventure (também de 1988). Foi então que veio Lords of Darkness para tentar suprir essa falta de aventuras originais.

Origens III: A História dos Mortos-Vivos. Um ano e meio antes da publicação de Ravenloft: Realm of Terror (de 1990), Lords of Darkness foi o primeiro foco de D&D em mortos-vivos.

As criaturas já haviam sendo os antagonistas dos clérigos desde o começo. O OD&D (de 1974) já continha esqueletos, zumbis, carniçais, inumanos, aparições, múmias, espectros e vampiros. Os fantasmas apareceram depois na revista Strategic Review nº3 (de agosto de 1975), as sombras e liches no Supplement I: Greyhawk (de 1975) e os traiçoeiros carneçais no Monster Manual (de 1977).

Na época em que o Dungeon Master Guide (de 1979) do AD&D foi publicado, todos estes mortos-vivos foram organizados em uma tabela para a expulsão dos clérigos. E esse era basicamente as criaturas que apareciam em Lords of Darkness, com exceção da aparição.

Expandindo o D&D. Lords of Darkness continha o primeiro teste de horror do D&D. Caso um personagem falhasse no teste de Sabedoria + nível quando estivesse enfrentando algo suficientemente aterrorizante, ele receberia uma penalidade de -4 e poderia até mesmo ficar louco. Esta foi uma clara referência aos atributos mentais de jogos como Call of Cthulhu (de 1981). Embora esta tenha sido uma regra periférica para a primeira edição do AD&D, ela seria a precursora dos testes de horror e medo de Ravenloft: Realm of Terror (de 1990) e de várias outras condições mentais da 3ª edição do D&D (de 2000).

Uma variedade de novas magias para necromantes também aparece – uma adição óbvia dada ao gosto de Ed Greenwood por novas magias, tal como visto em The Magister (de 1988).

Explorando os Reinos. As aventuras em Lords of Darkness são bem genéricas por terem conexões com os primórdios de Forgotten Realms de Ed Greenwood, em geral apelidando os deuses e civilizações dos Reinos. Ravina do CorvoRavens Bluff era um apelido bem popular, aparecendo tanto nas aventuras de “fantasmas” e “vampiros”, provavelmente graças às suas aparições regulares na revista Polyhedron da época.

Algumas aventuras incluem conexões mais fortes:

  • A aventura de “zumbi”, escrita por Mike Stackpole, menciona não apenas os Zhentarim, mas também Aumvor, o ImortalUndying, um lich mencionado pela primeira vez por Greenwood na revista Dragon nº 97 (de maio de 1985). Na época, o artigo de Greenwood era a maior fonte para os outros desenvolvedores buscarem conhecimento dos Reinos.
  • O cenário da “múmia”, escrita por Jennell Jaquays, situa-se na região do acessório The Savage Frontier (de 1988), do qual ela recentemente havia sido autora. Esta é também uma das poucas aparições de uma raça criadora em uma aventura dos Reinos, bem como a estreia dos infames Pergaminhos de NetherNether Scrolls.
  • Na aventura do “lich”, escrita pelo próprio Ed Greenwood, se situa no Vale das SombrasShadowdale, que logo se tornaria um dos principais locais de aventura do cenário. A aventura também faz menção ao reino perdido de Hlontar.

Monstros de Nota. Lords of Darkness contém curtas descrições das dez mais recorrentes criaturas morto-vivas do AD&D: esqueletos, zumbis, carniçais (e carneçais), inumanos, sombras, múmias, vampiros, fantasmas, espectros e liches.

As sombras são os mais interessantes, pois elas são únicas dos RPGs de fantasia, não recebendo muita atenção em outros estilos. A origem das sombras tem como referência o romance Creep Shadow (de 1934) de Abraham Merritt e parte do fascínio de Gary Gygax por “planos de coisas insubstanciais”. Elas nem mesmo eram mortos-vivos quando apareceram em Greyhawk, pois Gygax havia planejado uma outra origem para as sombras quando escreveria a Série D de aventuras. Elas seriam o exército de Lolth, criadas a partir do dreno de energia vital dos humanos, da mesma forma que aranhas sugam os fluidos de suas presas. Entretanto, Gygax nunca concluiu a série e esta origem foi deixada de lado, e na época da 2ª edição de AD&D as sombras eram apenas humanos e humanoides que foram transferidos para o plano material negativo.

História Futura. A Wizards of the Coast chegou a publicar outro acessório de Forgotten Realms chamado Lords of Darkness muitos anos depois, em 2001, mas este suplemento tratava-se de organizações pelos Reinos, e não era sobre mortos-vivos.

Informações da contracapa do produto:

“Os mortos-vivos. Impedidos de desfrutar do descanso eterno da Morte, são amaldiçoados a vagar pelos muitos planos e mundos para sempre, sua existência é um arremedo da vida que perseguiram constantemente e nunca tiveram. Criados pelas magias mais sórdidas, eles só têm um pensamento, um objetivo final: vingança contra os vivos. Ou contra o que lhes aconteceu?

Lords of Darkness é uma antologia de aventuras curtas situadas em diversos locais dos Reinos Esquecidos, embora você não precise do suplemento de cenário de Forgotten Realms para usá-las. Alguns dos melhores desenvolvedores de jogos contribuíram com aventuras para esta coleção, que apresenta mortos-vivos de todos os tipos e descrições de variadas situações a respeito de esqueletos a vampiros e coisa pior, de cemitérios a casas mal assombradas e até mesmo de locais onde você jamais esperaria encontrar um morto-vivo.

Estas aventuras podem ser usadas uma de cada vez, inseridas em uma campanha já existente como uma mudança de ritmo, ou elas podem servir de base para uma campanha completamente nova. Seja qual for o caso, Lords of Darkness será garantia de oferecer aos jogadores de AD&D vários arrepios e entusiasmo”.


Fontes

DM’s Guild. http://www.dmsguild.com/product/16810/REF5-Lords-of-Darkness-1e?term=lords+of+darkness&test_epoch=0&it=1. (21/02/2018).
Forgotten Realms Wiki. http://forgottenrealms.wikia.com/wiki/Lords_of_Darkness_(1989). (25/02/2018).
RPG.net. https://index.rpg.net/display-entry.phtml?mainid=2942. (25/02/2018).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s