Locais em Chult, Parte 6

por Augusto Ballalai e Daniel Bartolomei Vieira
Imagem de Destaque, “Kir Sabal”, arte por Shawn Wood

Hisari


Na selva, aos pés de um um vulcão que emite fumaça constantemente chamado CoroaCrown, na porção ocidental das Montanhas Lagarto CelesteSky Lizard Mountains fica as ruínas da cidade yuan-ti de Hisari. Existe no local uma poderosa magia que impede que membros da raça yuan-ti se aproximem do local. Por causa disso, muitos dos serpentianos que moravam aqui foram realocados para a cidade de Omu.

Metade da cidade foi engolida pela terra e jaz em uma caverna subterrânea que jamais viu a luz do sol. O que restou na superfície está tomado por cipós e trepadeira. Os edifícios de pedra estão cobertos por musgo, raízes e cinzas do vulcão.

Hrakhamar


As erupções vulcânicas nas Montanhas dos KoboldsKobold Mountains forçaram os anões a abandonarem a forja de Hrakhamar. Logo depois da saída dos anões albinos, salamandras de fogo ocuparam a forja e passaram a usá-la para forjarem armas e armaduras para si.

Os anões sempre planejaram retornar para Hrakhamar, e recentemente um grupo deles começou a espreitar a forja a partir das selvas nas proximidades, mas logo eles descobriram que seu número é muito pequeno para enfrentar as salamandras.

Há mais de um século, quando a forja operava sob o comando dos anões, várias estradas cruzavam a selva e a ligavam até a Baía ShilkuShilku Bay e outros locais na península. Tantos anos depois, o período de negligência apagou as estradas. No entanto, na vizinhança da forja, a estrada era de construção dos anões, e embora na região do Vale da Honra PerdidaValley of Lost Honor muitos trechos estejam cobertos por cinzas, nos locais onde as colinas se elevam bastante sobre a planície, vários pontos da estrada podem ser vistos e seguidos até a entrada da forja.

A entrada da forja é uma arcada de pedra abaixo da escultura em relevo de um martelo e uma pinça cruzados. Duas enormes portas de ferro barravam a entrada, mas uma dela teve suas dobradiças enferrujadas e caiu e a outra está prestes a cair. Vários edifícios ficavam nas proximidades da entrada da forja, mas nenhum existe mais, exceto suas fundações.

Ishau


Ishau era um assentamento costeiro que ficava ao fundo da Baía SeguraRefuge Bay e que, hoje, está sob as águas do mar. Seus edifícios de pedra ficam totalmente submersos a alguns quilômetros ao norte do litoral. Tubarões brancos e tubarões tigre rondam as ruínas submersas, competindo com pleiossauros por alimentos.

Mas o pior são as bruxas do mar que por vezes vasculham as antigas residências em busca de restos humanos e possíveis tesouros submersos.

Kir Sabal


O antigo monastério de Kir Sabal fica nos penhascos de um platô elevado a leste do Rio Olung, entre a Baía SeguraRefuge Bay e as Desolações NsiNsi Wastes. O monastério é composto de vários edifícios construídos na encosta do penhasco, conectados por degraus de pedra e passarelas frágeis a cerca de 150 m de altura. O maior dos edifícios possui o símbolo de um labirinto circular entalhado em suas fachada destruída.

Há muitos anos o monastério era acessível através de vários lances de degraus de pedra e passarelas de madeira, mas com o passar do tempo e do abandono, as passarelas estão frágeis demais, desabadas em alguns trechos, embora os degraus ainda existam. É possível alcançar o monastério através de uma árdua escala, porém é uma empreitada arriscada.

Os habitantes atuais do local não necessitam das passarelas, portanto não se preocuparam em restaurá-las. Um bando de Aarakocra lideradas uma Aarakokra muito velha, chamada Asharra, ocuparam o local e vivem ali, caçando na selva próxima, pescando no Rio Olung e cultivando no topo do platô.

Lago Luo


O Lago Luo fica no centro de Chult, e é a nascente do Rio Olung. O lago fica sobre um imenso sumidouro geotérmico, aquecido por respiradouros vulcânicos e rios de lava que correm a partir do Vale das BrasasValley of Embers. Por causa disso, em alguns locais do lago a água ferve, lançando nuvens de vapor que são vistas à distância.

A água do lago é tão quente que peixes ou qualquer outra vida aquática não sobrevivem ali, e as margens do mesmo são cobertas de sal e cinzas. Mephits da lama e de vapor são as únicas criaturas que perambulam por ali.

Uma série de cataratas após a nascente do Olung resfriam as águas vindas do Lago Luo, tornando-as adequadas para aceitar vida aquática conforme o rio avança em direção ao norte, até a Enseada de KitcherKitcher’s Inlet.


Referências

PERKINS, C.; DOYLE, W.; WINTER, S. Tomb of Annihilation. Wizards of the Coast, 2017.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s