Neve Morta – Locais de Interesse

Por Daniel Bartolomei Vieira
Arte de Topo, “Abadia”, de Diego Gisbert Llorens

Locais de Destaque

O Asilo de MarthammorHospice of Marthammor


A abadia fortificada dedicada a Marthammor Duin é um santuário para viajantes. Ela é gerenciada por anões devotos ao deus anão dos guias, exploradores e viajantes. A ObservadoraObserver Kerrila Gema EstelarKerrila Gemstar (anã do escudo sacerdote NB) é a líder da abadia. Abaixo dela e a auxiliando há uma equipe de monges (anões e anãs do escudo plebeus, NB).

O Asilo fica pouco mais de 3 km antes dos portões de Neve MortaDeadsnows, ao norte do vilarejo. Viajantes podem passar uma noite ali, onde é oferecida uma refeição simples composta por uma sopa, pão preto e queijo duro, gratuitamente. Entretanto, se o viajante desejar passar mais tempo, lhe será cobrada uma peça de prata por noite a mais e três peças de prata por refeição. Ainda assim, o limite para estadia no local é de uma dezena e nada mais.

Se o viajante requerer auxílio divino, lhe será pedido que preste serviços comunitários ou um favor para a abadia. Tais serviços incluem auxiliar na ordem militar do vilarejo, investigar qualquer rumor em evidência ou auxiliar no reparo das muralhas de Neve MortaDeadsnows.

A Torre de Vigília da ManhãMorning Watchtower


O edifício templo dedicado a Lathander é uma torre delgada localizada no norte do vilarejo e comandada atualmente por vários adoradores (sacerdotes e acólitos de várias raças, LB). Ná época da corrida do ouro, o templo contava com uma força armada de clérigos e paladinos, mas hoje isso não é mais necessário.

A Torre de Vigília da ManhãMorning Watchtower vive em bons termos com o Asilo de MarthammorHospice of Marthammor, e seus membros são considerados os mais respeitáveis da comunidade. Entretanto, enquanto a abadia é procurada como refúgio, a Torre de Vigia é procurada como proteção. Quando problemas de ordem militar surgem, a torre não se abstém de contratar aventureiros para resolvê-los.

O BrasãoThe Blazon


Esta estalagem e taverna é a mais frequentada de Neve MortaDeadsnows. Ela foi fundada há muitos anos e chegou a mudar de nome para Brasão DouradoGolden Blazon durante a corrida do ouro, quando foi ampliada. Hoje, ela voltou a ter seu antigo nome e a antiga placa de madeira ostentando o símbolo que deu o nome para a mesma: um grande escudo com um campo verde separado ao meio por uma larga barra branca.

A qualidade da hospedagem e da comida continua a mesma. Lenora Lonnor (humana Thethyriana plebeia, NB), a proprietária, oferece oito quartos e a melhor cabra assada que você poderá comer a leste de Lua ArgênteaSilverymoon, além da cerveja, a Noite na Montanha, fabricada lá mesmo, que é excelente. Por três peças de ouro é possível passar a noite na estalagem e fazer uma refeição completa na janta e no desjejum.

Bazar Ribeirinho, Secos e Molhados


Este antigo armarinho pertencente a família halfling Ribeirinho, prosperou na corrida do ouro. Hoje, o proprietário, o tristonho Helenno Ribeirinho (halfling pés-leves plebeu, NB) passa por dificuldades por causa do fim do ouro causado pela Praga MágicaSpellplague, pela Guerra das Fronteiras PrateadasWar of the Silver Marches e da destruição de Sundabar. Grande parte do armazém do bazar está vazio e abandonado.

O bazar, hoje, vende produtos para os criadores de ovelhas e cabras e ferramentas para lenhadores e garimpeiros que ainda tentam a sorte na região. Os estoques são pequenos e os preços módicos.

Boticário


Narianna Passos Leves (meio-elfa acólita, CB) e sua companheira Elora Caperin (humana Tethyriana plebeia, NB) administram esse pequeno boticário. Ambas vieram refugiadas da destruição de Sundabar e se estabeleceram nesta antiga botica abandonada. Logo, Narianna colocou seus talentos em prática como curandeira e fabricante de unguentos. Ali é possível encontrar xaropes, cataplasmas e até poções de cura. Por sua vez, Elora é uma excelente enfermeira e parteira.

Prisão do Vilarejo


Este edifício baixo de pedra foi construído às pressas durante a corrida do ouro para abrigar os prisioneiros, pois os crimes aumentaram muito naquela época. A prisão vivia lotada e o número de milicianos era grande. O prédio teve boa parte desabada durante a Praga MágicaSpellplague, e hoje, o pedaço que resta abriga um pequeno escritório e duas celas. No escritório fica sempre o chefe da guarda, um antigo oficial de Sundabar e hoje obeso Damhnait, o Boi (humano Tethyriano guarda N), sempre auxiliado por cinco cidadãos que fazem as vezes de guarda quando é necessário (plebeus de várias raças, NB).

Residência Lança de GeloIcespear House


Esta mansão de dois andares, feita de pedra e madeira, era o antigo lar da família Lança de GeloIcespear. Após a Praga MágicaSpellplague, o grupo de aventureiros da Irmandade da LuaBrotherhood of the Moon reformou o edifício em troca de poder se instalar e montar ali sua base de operações para enviar patrulhas montadas para as montanhas próximas. Ainda assim, a família Lança de GeloIcespear permaneceu morando na mansão.

Com a partida da Irmandade da LuaBrotherhood of the Moon, a residência passou a receber nobres e bons aventureiros de renome. Agora, com a morte do Lorde Delvon Lança de GeloDelvon Icespear, a mansão está fechada, e as pessoas de Neve MortaDeadsnows a manterão assim até que um membro da família apareça e reclame a residência e o direito de governar o vilarejo.

Um detalhe que poucas pessoas sabem é que, escondido no porão da mansão há um pináculo de gelo sobrenatural que dispara rajadas de energia fria contra intrusos. Foi exatamente por causa desse pináculo de gelo que a família regente de Neve MortaDeadsnows adotou o nome de Lança de GeloIcespear. O verdadeiro nome da família foi esquecido, e justamente por isso ninguém consegue mais encontrar um Lança de GeloIcespear para assumir o cargo de lorde local. Talvez a procura pelo nome certo pudesse render melhores frutos.

Outro detalhe é que a Irmandade da LuaBrotherhood of the Moon descobriu tal pináculo durante suas reformas, e passou a guardar sua fortuna acumulada aqui. Nem tudo foi levado, e é exatamente por isso que ninguém encontrou o tesouro perdido pelas terras da região.

A Antiga Vila da NeveSnowtown


Quando a corrida do outro explodiu e atraiu garimpeiros e outros profissionais que acompanhavam tais eventos, a capacidade das estalagens, tavernas e celeiros na cidade não pode suportar o influxo de pessoas. Assim, foi permitido pela autoridade da época que fosse estabelecido um acampamento temporário do lado de fora da entrada norte do vilarejo. Com o tempo, o pequeno acampamento se tornou um bairro inteiro, vazio de dia, agitado demais durante a noite. Era um antro de crimes, de jogatina, de venda de drogas, de prostituição e, por que não, assassinato.

No entanto, após a Praga MágicaSpellplague e findado o ouro, em pouco tempo a Vila da NeveSnowtown esvaziou e foi completamente abandonada. Hoje, poucos casebres ainda restam em pé, com exceção do prédio onde ficava a Casa de VandarVandar’s House, a taverna e estalagem mais conhecida do local na época e um antro de rufiões. Nem mesmo os mendigos se atrevem a dormir por ali hoje em dia. Existem relatos do avistamento de fantasmas ou vultos no escuro da noite.

A Rosa e o MarteloThe Rose and Hammer


Esta hospedaria e estalagem antigamente ficava na Vila da NeveSnowtown, mas há muito tempo foi reconstruída dentro dos muros de Neve MortaDeadsnows. Ela recebeu o nome devido seus fundadores, Rosa e “o Martelo” Torlund. Hoje, ela é administrada por um de seus tataranetos, o jovem Mason Torlund (humano Chondathano plebeu NB) e sua esposa Fleurette Myron (humana Tethyriana plebeia CB), que as vezes canta para entreter os patronos.

Embora Rosa e o Martelo possuam mais quartos que O BrasãoThe Blazon, suas refeições não têm a mesma qualidade, e por isso é considerada a segunda melhor taverna do vilarejo. Mesmo assim, é um lugar tranquilo e agradável para passar a noite e fazer uma refeição decente. Os preços são menores também.


Referências

CORDELL, B. R.; GREENWOOD, E.; SIMS, C. Forgotten Realms Campaign Guide. Wizards of the Coast, 2008.
GREENWOOD, E. Volo’s Guide to the North. TSR, Inc., 1993.
GREENWOOD, E.; CARL, J. Silver Marches. Wizards of the Coast, 2002.
GREENWOOD, E.; REYNOLDS, S. K.; WILLIAMS, S.; HEINSOO, R. Forgotten Realms Campaign Setting 3rd edition. Wizards of the Coast, 2001.
MOHAN, K. (ed.) Sword Coast Adventurer’s Guide. Wizards of the Coast, 2015.
PERKINS, C.; HELLAND, J.; LEE, A.; WHITTERS, R. Storm King’s Thunder. Wizards of the Coast, 2016.

 

4 comentários Adicione o seu

  1. Bruno Baère disse:

    Recentemente fui reler o Fronteiras Prateadas e vi o vilarejo de Neve Morta. É um lugar bem interessante, as aventuras sugeridas no livro dão um bom tom de vila no limiar da civilização (como muitas um pouco mais distantes de Silverymoon e outras cidades mais importantes do Norte).

    Pelos relatos de campanha que li, acho que poucos mestres deram a Neve Morta a atenção que ela merece. Dava pra adaptar módulos mais antigos, como o próprio Keep on the Borderlands, facilmente para o lugar.

    Boa atualização sobre o estado de Neve Morta na 5th Edition!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Daniel Bartolomei disse:

      Salve Bruno! Um amigo estava desenvolvendo uma aventura no local, mas acho que ele desistiu. Uma pena! Precisamos, e quando digo isso me refiro ao Brasil, de criadores de conteúdo para essas lacunas do cenário.

      Aliás, li suas considerações sobre Lost Mine of Phandelver no seu blog As Minas de Sal de Zanzer Tem… muito, muito bom! Gostaria de reproduzi-las aqui?

      Abraço!

      Curtir

  2. Bruno Baère disse:

    Oi Daniel, podemos fazer isso, só não posso me comprometer em ser colaborador frequente por conta de tempo mesmo. Como acertamos essa publicação?

    Curtido por 1 pessoa

    1. Daniel Bartolomei disse:

      Vamos ver isso, solicitei amizade no FB 😉

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s