Locais em Chult, Parte 3

por Augusto Ballalai e Daniel Bartolomei Vieira
Imagem de Destaque, “Jungle”, arte por Heavenly Deamonic

Baía de ChultBay of Chult


Todos os navios que vão atracar em Porto NyanzaruPort Nyanzaru ou nas praias ao norte de Forte BeluarianFort Beluarian, devem passar pela Baía de ChultBay of Chult.

Uma antiga e gigantesca tartaruga dragão com o olho esquerdo cego e leitoso, chamada Aramag, ronda as águas da baía. Ela cobra um pedágio dos navios, demandando que eles lhe lancem algum tesouro na baía para que não os ataquem. De tempos em tempos ela recolhe tais tesouros do fundo da baía e os reúne em seu covil, que até hoje não foi descoberto.

Baía JahakaJahaka Bay


Esta baía de 32 km de largura por 64 km de comprimento é bastante frequentada por navios piratas que atracam no Ancoradouro JahakaJahaka Anchorage. O Rio Tath deságua no local em múltiplas quedas d’água no norte da baía, lançando uma fina névoa sobre todo o local. Esta névoa não é densa, mas seu efeito acumulado sobre distância restringe bastante a visibilidade a alguns quilômetros, exceto nos dias mais ventosos. Exatamente por isso é utilizada por piratas. Qualquer outro navio que navegue desavisadamente pelo local dificilmente notará o ancoradouro secreto.

Baía SeguraRefuge Bay


A reputação da Baía SeguraRefuge Bay é de ser, como atesta seu nome, a mais relativamente segura para aqueles se aproximando de Chult pelo mar. A maioria dos exploradores de Chult começam suas aventuras pelas praias extensas do litoral da baía.

A aldeia de Ishau ficava ao fundo da baía, mas foi engolida pelo mar durante a Praga MágicaSpellplague. Seus edifícios permanecem intactos, mas agora no fundo do mar, suas ruas frequentadas por tubarões, pleiossauros e bruxas do mar.

Baía ShilkuShilku Bay


A partir da baía é possível ver que o vulcão que destruiu a aldeia costeira de Shilku ainda expele lava, fluindo como um rio em direção ao mar. Por causa disso, a água da baía é sulfurosa e venenosa, e a maioria da vida marinha ali morreu e as praias são estéreis.

Entretanto, alguns pontos para se atracar com segurança podem ser encontrados na costa oeste da baía. Qualquer navio que se arrisque a navegar nas proximidades da antiga aldeia de Shilku corre o risco de ser atingido por alguma pedra vulcânica resultante de alguma erupção ou se ver cercado pelas água fedorenta e ferventes devido a lava.

O CaldeirãoThe Cauldron


O local recebeu este nome devido a lava que constantemente cai na baía vinda dos vulcões próximos no continente e da ilha inominada a oeste da baía, o que cria imensas colunas de vapor sulfúrico, além das pesadas nuvens negras que cobrem as terras ao norte, a Terra das Cinzas e FumaçaLand of Ash and Smoke.

Assim como a Baía ShilkuShilku Bay, suas águas são tóxicas e nenhuma vida prospera ali. As águas da baía estão sempre cobertas por cinzas fumegantes e a vegetação ao longo da costa está toda morta, carbonizada e coberta por uma grossa camada de cinzas.


Referências

PERKINS, C.; DOYLE, W.; WINTER, S. Tomb of Annihilation. Wizards of the Coast, 2017.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s