Treasure Hunt

Aventura - Treasure Hunt (capa)
Capa da aventura Treasure Hunt

Produto: Treasure Hunt – TSR1401 (N2)
Autor: Aaron Alson
Arte de Capa: Jeff Easley
Arte Interna: Stephen Fabian
Editora: TSR, Inc.
Tipo: Aventura
Ano nos Reinos: ??
Lançamento: Janeiro de 1987
Páginas: 36 (brochura)
Série: Série N
Antecedida por: Destiny of Kings (não se passa em Forgotten Realms)
Seguida por: Under Illefarn

Treasure Hunt (ou Caça ao Tesouro) é uma aventura para novatos usando as regras da 1ª edição de Advanced Dungeons & Dragons que foi conectada a Forgotten Realms posteriormente, quando o genérico Arquipélago de KorinnKorinn Archipelago, onde ocorre a aventura, foi situado como parte das Ilhas MoonshaeMoonshae Isles.

Uma Aventura de Nível 0. Treasure Hunt foi encomendada especificamente para ser uma aventura de nível 0. Ela foi a primeira aventura de AD&D a apresentar regras gerais para personagens de nível 0. Nela, os Mestres designariam as classes e tendências dos personagens ao final da aventura, baseando-se nas ações dos jogadores.

Aparentemente os jogadores gostaram de como personagens do nível 0 funcionavam, já que na revista Dragon nº 129 (de janeiro de 1988), James M. Ward perguntou aos jogadores o que eles gostariam em uma aventura de Greyhawk e eles lhes responderam prontamente “regras para personagens de nível 0”, embora isso não tivesse exatamente nada a ver com um tema do cenário de Greyhawk. Assim, Ward incluiu um apêndice sobre personagens de nível 0 em Greyhawk Adventures (de 1988), expandindo algumas das ideias apresentadas em Treasure Hunt.

Uma Aventura Verdadeiramente Introdutória. Embora esta tenha sido a quarta aventura voltada para novatos no AD&D, nenhuma das outra era realmente uma aventura introdutória. Ou seja, elas não ajudavam os jogadores e Mestres a aprender como se jogava AD&D. As poucas aventuras de nível baixo da TSR – tais como The Village of Hommlet (de 1979) e The Sinister Secret of Saltmarsh (de 1981) – não eram de fato introdutórias nesse sentido. Não pode ser dito que a TSR não havia escrito aventuras introdutórias antes, mas elas passavam por cima do básico do D&D, particularmente as aventuras de Série B – In Search of the Unknown (de 1979), The Keep on the Borderlands (de 1980), Palace of the Silver Princess (de 1981) e The Lost City (de 1982). Para estas, assumia-se previamente que os jogadores já sabiam jogar D&D.

Allston mudou tudo isso em Treasure Hunt ao oferecer uma das aventuras introdutórias mais cuidadosamente escritas para os jogos de D&D. para começar, tanto jogadores quanto Mestres podiam ler algumas notas introdutórias sobre D&D, que se assemelhava com aquilo que a TSR havia feito nas aventuras de Série B. Entretanto, Allston foi além disso, aconselhando os Mestres a como mestrar através do texto da própria aventura. No texto ele fala de tudo, desde como abordar as perguntas dos jogadores até administrar o tempo do jogo e nivelar diferentes combates. Existia até mesmo um apêndice de duas páginas sobre o que fazer caso algo começasse a dar errado na aventura.

A TSR provavelmente já estava pensando em aventuras introdutórias para AD&D na época, pois fazia algum tempo que o básico sobre as regras estavam sendo negligenciado para novos jogadores. Como resultado, as publicações de aventuras da TSR que abordavam o básico começaram a aumentar depois da publicação da aventura Castle Caldwell and Beyond (de 1985), então novas aventuras introdutórias começaram a ser necessárias.

Uma Aventura Episódica. A aventura é organizada em seis episódios ordenados, mostrando o aumento do foco da TSR sobre as tramas, algo que se deu a partir do meio dos anos 80. Independente disso, existiam três cenários principais na aventura: um templo, uma mansão e uma catacumba.

Expandindo Forgotten Realms. Esta aventura está situada no Arquipélago de KorinnKorinn Archipelago, que foi escrito como um local genérico que qualquer Mestre poderia encaixar em sua campanha – como foi o caso das duas aventuras prévias para novatos – The Forest Oracle (de 1984) e Destiny of Kings (de 1986), e diferente da aventura Against the Cult of the Reptile God (de 1982). Entretanto, após o aparecimento do cenário de campanha de Forgotten Realms no ano seguinte, o Arquipélago de KorinnKorinn Archipelago foi oficialmente localizado nas Ilhas MoonshaeMoonshae Isles, conforme o acessório Moonshae (de 1987). Este foi apenas mais um dos cenários independente que posteriormente foram anexados aos Reinos nos anos de 1987 e 1988.

Informações da contracapa do produto:

“Abandonados em uma ilha inóspita…

A ilha de Viledel, no poderoso Mar RealSea King(que nos Reinos Esquecidos é chamado de Mar das EspadasSea of Swords), foi saqueada por um exército de piratas há 60 anos. Sua destruição foi tão completa que até mesmo os locais da ilha foram perdidos e esquecidos. A despeito dos rumores de imensos tesouros ainda escondidos nas ruínas da fortaleza, ninguém mais encontrou a ilha do Mar RealSea King novamente.

Até agora. Através de uma cruel reviravolta do destino, um pequeno grupo de relutantes aventureiros foi arrastado até a costa de uma pequena e inóspita ilha, e descobre o que restou do assentamento de Viledel. Mas o grupo não está a sós; orcs e goblins invasores também encontraram a ilha e estão abertamente em busca de um tesouro perdido. Nessa desesperada caça ao tesouro, a real recompensa pode ser a sobrevivência.

Treasure Hunt é diferente de outras aventuras de AD&D. Os personagens jogadores iniciam o jogo no nível 0, sem escolher uma classe, e devem trabalhar em grupo até atingirem o 1º nível. A aventura é perfeita para um grupo de jogadores iniciantes, ou para jogadores experientes procurando por novos e diferentes desafios.”


Fonte

DM’s Guild. http://www.dmsguild.com/product/17058/N4-Treasure-Hunt-1e?term=treasure&test_epoch=0&it=1. (17/02/2018).
Forgotten Realms Wiki. Em: http://http://forgottenrealms.wikia.com/wiki/Treasure_Hunt. (19/10/2017).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s