A Vila de Amphail e seus Locais

Por Rodrigo Fernandes. Revisão de Augusto Ballalai e Daniel Bartolomei Vieira.
Imagem de Topo, “Escapade”, de Simon Gocal

O Povo

O povo mais simples de Amphail, rodeado pela nobreza de Águas ProfundasWaterdeep, que faz questão de demonstrar status e riqueza, é bastante desconfiado. Eles aprenderam que alguns nobres não exitam em pisar nas pessoas caso tenham a oportunidade. Por isso eles se munem de informações sobre os mais ricos, buscando saber em quais deles confiar.

Os nascidos em berço de ouro costumam passar uma temporada em Amphail. Os nobres de Águas ProfundasWaterdeep desejam que seus filhos aprendam lições sobre como é a vida fora da Cidade dos EsplendoresCity of Splendors. Uma maneira segura de apresentar a sociedade para tais proles tão mimadas, que certamente causarão problemas, mas que farão isso longe dos olhos curiosos de outros nobres. Os filhos de nobres andam sempre acompanhados de seus tutores, homens polidos que tentam amenizar os estragos feitos fazendo aqueles que foram prejudicados perdoarem as ofensas em troca do pagamento do prejuízo em moedas de ouro ou favores feitos em nome do transgressor.
Apesar disso, a vida em Amphail é tranquila, visto que qualquer ameaça ao local é duramente reprimida pelas sombras tanto de Águas ProfundasWaterdeep quando da Aliança dos LordesLord’s Alliance.

Locais

22472008_2004040036547425_1145160463_o

1. Flores e Comidas Ammakyl

Essa loja é da já citada casa Ammakyl, portanto respeitada por todos. Vende-se flores e principalmente frutas e vegetais neste local.

2. Mercadorias Blodhlar

Essa loja é a construção mais bem-acabada da vila lá se vende todo tipo de quinquilharia como dobradiças, pregos, cordas, maçanetas e etc.

3. Selaria EscudáguiaEagleshield Fine Horse Leathers

Pertencente à família Escudáguia, esse empreendimento cuida também de cavalos feridos e doentes, além de vender ferraduras e outros equipamentos para montaria.

4. O Melhor de Elboar

Aqui fica a adega que abastece toda a vila.

5. O Rancho de Elraghona Selember

Fundado por uma aventureira aposentada, esse rancho foi um dos primeiros a fornecer mercadorias para os viajantes da Estrada LongaLong Road. Ainda mantêm um negócio rentável nos dias atuais.

6. Golaund Sester’s

Estalagem que hospeda quem está de passagem.

7. As Muitas Torres de Hagala

A maior e mais luxuosa estalagem da vila, costuma hospedar os filhos de nobres que visitam a cidade.

8. Halana Shauluth

Essa padaria levou o nome de uma antiga mercenária que liderava um grupo de doze anãs que, depois de ter perdido uma das mãos, aposentou-se e foi morar na região vivendo do ofício de fazer pães. Halana foi uma das testemunhas do vislumbre do Fantasma de Amphail, o justo, afirmando que ele a ajudou a afastar ladrões que tentavam roubá-la.

9. Lagoa do Cavalo

Essa uma lagoa enlameada cheia de sapos, libélulas e plantas ornamentais era usada para dar de beber aos cavalos. A muito tempo atrás esqueletos saíram dessa lagoa e atacaram os moradores estrangulando vários deles antes de serem destruídos.

10. Capas de Imbryl

Uma loja que vende belas capas e roupas cuja dona, Imbryl, já fora uma mulher de ombros largos, hoje é apenas uma idosa que chefia um grupo de mulheres que vêm da aldeia para costurar suas peças. A loja oferece alterações no vestuário com uma espera de no máximo três dias.

11. Maelbar Ovos e Frango Fresco

Um criador de galinhas que vende ovos e frangos assados.

12. Pelost Galathaer’s

Uma carpintaria.

13. Segredos de Shrunedalar

A boutique local.

14. Salão de Festas Mãe GothalMother Gothal  

Um salão de festas cuja antiga dona era uma dançarina impressionante que se apresentava em Portão de BaldurBaldur’s Gate conseguindo juntar dinheiro suficiente para se aposentar numa vida de facilidades em Águas ProfundasWaterdeep. Lá ela contratou aventureiros para libertar os escravos que seus vizinhos mantinham aprisionados em segredo. Isso gerou uma confusão onde os únicos sobreviventes foram Mãe Gothal e uma ex-escrava Dlara. Dlara era uma guerreira acrobática conhecida por arrumar brigas com os nobres. Hoje, já idosa, é ela quem gerencia o salão.

15. O Frasco do Veado Chifrudo

A principal taverna de toda a região.

16. Garanhão de Pedra

Estalagem local.

Contos

O Legado de Dalrosz


O salão de festas de Mãe Gothal um dia fora a casa de veraneio de Dalrosz Kothont, um nobre excêntrico de Águas ProfundasWaterdeep que virou as costas para a alta sociedade e mudou-se para Amphail. Sua própria família o desprezou por causa de seu interesse pelas artes necromânticas. Então ele viveu seus dias aqui, sozinho fazendo experimentos com cadáveres e bandidos capturados em busca de imortalidade. Dalrosz também fez experimentos de acréscimo de formas humanas com membros extras, olhos colocados atrás da cabeça e similares.

Depois que Dalrozs desapareceu uma dúzia de experimentos seus escaparam para viver nas colinas perto do que na época era apenas uma aldeia. Rumores dizem que esses experimentosmongrelfolk ainda percorrem a região de Amphail, atacando animais da colina e viajantes desafortunados.

Depois de seu sumiço, a residência de Dalrosz eventualmente caiu nas mãos de um grupo de aventureiros, que usaram a construção como sua sede por cerca de um ano antes de também sumirem. Alguns anciões dizem que foram mortos por Dalrosz, que, segundo eles, ainda habita as catacumbas até agora desconhecidas sob a construção. Outros dizem que os aventureiros entraram num portal oculto e nunca mais retornaram.

A Tumba do Rei Donzela


Dizem que no fundo da Lagoa do Cavalo existe uma entrada para a Tumba de Raulbaera Mão-de-SangueRaulbaera Bloodhand, o Rei Donzela.

Segundo a lenda, Raulbaera dorme para sempre em uma cama de pedra com a espada do rei donzela em seu peito.

Vários aventureiros já entraram na lagoa mas nunca encontraram nada, porém alguns outros nunca retornaram de sua procura. A verdade sobre este plácido lago escuro permanece desconhecida.

Se você gostou deste artigo, confira a primeira parte, A Vila de Amphail e seu Povo.


Referências

http://forgottenrealms.wikia.com/wiki/Amphail
BOYD, Eric L. City of Splendors: Waterdeep. Wizards of the Coast, 2005.
MOHAN,  Kim. Sword Coast Adventurer’s Guide. Wizards of the Coast, 2015.

4 comentários Adicione o seu

  1. Rodrigo Fernandes disse:

    Nota: O título original de Raulbaera Bloodhand, é “the maiden King”, foi um trabalho e tanto para tentar traduzir isso, mas a forma mais certeira foi a estranha “Rei Donzela”.
    Nada é claro quanto a esse personagem, mas suspeito que Raulbaera seja uma personagem Crossdresses, Drag queen ou até mesmo Transexual, porque não? Talvez seu nome fosse apenas Raul Bloodhand, talvez ele não se identificasse com essa alcunha… De qualquer modo a construção desse personagem fica a cargo do mestre e molda-lo e interpreta-lo certamente deve ser show a parte. Um personagem assim, é um espetáculo pra quem busca algo fora da caixinha na hora de montar uma campanha, não acham?

    Curtido por 2 pessoas

    1. Daniel Bartolomei disse:

      “Maiden King” também poderia significar “Rei Virgem”, mas a proposta de um personagem crossdresser ou transexual é interessante e ousado… a 5ª edição tem quebrado alguns paradigmas com relação a essa abordagem, de forma sutil é possível identificar personagens homossexuais, acho que essa representatividade é importante para o amadurecimento do jogo/jogadores e, principalmente, por abraçar e respeitar a diversidade

      Curtido por 1 pessoa

  2. RODRIGO FERNANDES SOUSA disse:

    De fato, porém Maiden no sentido de virgem, é no geral usado para uma figura feminina…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s