A Vila de Amphail e seu Povo

Por Rodrigo Fernandes

Introdução

Sendo a localidade mais ao sul do Vale Dessarin(Dessarin Valley), a vila de Amphail, famosa pela criação de cavalos, fica três dias ao norte de Águas Profundas(Waterdeep), seguindo pela Estrada Longa(Long Road) e atravessando as várias fazendas no caminho. Ao aproximar-se do local, um aventureiro é recepcionado pela quietude dos bosques de abetos e árvores-do-crepúsculo (coníferas e árvores de madeira escura, respectivamente) que margeiam a estrada perto da vila central. No verão, a umidade e o calor espalham o característico cheiro do estrume, devido às várias criações de equinos presentes ali.

Amphail é o local de veraneio dos nobres de Águas Profundas(Waterdeep) e também é onde os filhos mimados dessa nobreza podem arrumar confusões sem ferir a reputação da família na capital. Viajantes que chegam à vila são logo avisados para terem cuidado com os “nascidos em berço de ouro” e que não devem esperar ajuda caso se metam num problema com os nobres.

Ficha do Local

Tendência: Neutro e Bom
Governo: Lorde Sentinela Dauner Ilzimmer
Dimensões: Vila+Fazendas
Economia: Agricultura e Criação de Cavalos
População: Cerca de 700

amphail

História

Em 734 CV, o Ano do Cervo Esplendido(Year of the Splendid Stag), da Era da Humanidade(Age of Humanity), Raulbaera Mão-de-Sangue(Raulbaera Bloodhand), descendente de Ulbaerag Mão-de-Sangue(Ulbaerag Bloodhand) (um antiquíssimo lorde do Forte Mão-de-Sangue[Bloodhand Hold], assentamento que viria a se tornar Águas Profundas[Waterdeep]), clamou essas terras e fundou o assentamento nomeado de Forte Sorveira(Rowan Hold).

Amphail, o justo, um paladino de Tyr contemporâneo ao século 900 CV foi o irmão do meio dos irmãos Caradoon. O irmão mais velho, Renwick Caradoon, era um mago notável. O mais novo, Samular, também era um paladino de Tyr.

Amphail foi um antigo senhor da guerra de Águas Profundas(Waterdeep), que governou a cidade por apenas um ano, antes de morrer por volta dos anos 940 CV durante as Guerras Trolls(Trolls Wars). O antigo senhor da guerra tinha terras na região que um dia foi o Forte Sorveira(Rowan Hold) e que viera a ganhar seu nome depois que seu fantasma foi visto vagando pelas ruas do local.

A vila aos poucos foi crescendo em volta da fama da criação de excelentes cavalos que são conhecidos em toda Costa da Espada(Sword Coast).

Política

Apesar de ser apenas uma vila, Amphail é aceita como um membro da Aliança dos Lordes(Lord’s Alliance) há cerca de um século, graças às manobras das famílias nobres que controlam estas terras. As principais famílias são as casas Amcathra, Ilzimmer e Chifre-Berrante(Roaringhorn). A grande maioria dos negócios na vila eventualmente envolvem pelo menos um intermediário dessas casas, negócios estes que são voltados principalmente à criação de cavalos e à exportação de alimentos para Águas Profundas(Waterdeep).

Estas três casas, que encabeçaram a inclusão de Amphail na Aliança dos Lordes(Lord’s Alliance), revezam entre si a regência da região, que muda a cada Encontro dos Escudos(Shieldmeet) (festival político que acontece a cada quatro anos).

Outras casas importantes são as casas Jhansenzil e Tarm, que também criam cavalos em menor escala, e a casa Escudáguia(Eagleshield) que não cria cavalos, mas tem uma longa tradição em cuidar de cavalos doentes e feridos, além de fornecer ferraduras e outros equipamentos para venda.

Entre as familias mais simples, os Oglyntyr têm a maior fazenda de gados e cavalos de região, e fornecem os mais finos Cavalos Brancos de Amphail.

Duas raças principais de cavalos são a marca de Amphail. Os já citados, e conhecidos em toda Costa da Espada(Sword Coast), Cavalos Brancos de Amphail, que são garanhões leais e inteligentes para montaria pessoal. E os preferidos dos soldados da região, os Cavalos Negros Marchadores, mais baratos porém com força e resiliência consideráveis.

A Família Ammakyl não é nobre, mas é dona da grande maioria das fazendas, são bondosos senhores de terra, segundo seus trabalhadores, e são os mais ricos da região, uma vez que são responsáveis por abastecer os depósitos de Águas Profundas(Waterdeep) de comida, fato que faz com que mesmo os “nascidos em berços de ouro” tentem não pisar na verde relva dos Ammakyl, sob pena de, subitamente, sua família ter dificuldade em encontrar sua comida preferida na hora de servir um banquete. Quaisquer ameaças aos Ammakyl são vistas como afrontas diretas a Águas Profundas(Waterdeep) e são prontamente resolvidas pela guarda da cidade.

A guarda de cidade é feita pelos guardas de Águas Profundas(Waterdeep) que frequentemente cavalgam até Amphail para garantir segurança, mas não é comum que a cidade fique fora da proteção destes soldados por alguns dias. Entretanto, as guardas pessoais de nobres sempre se fazem presentes, como os doze cavaleiros da casa Chifre-Berrante(Roaringhorn), que protegem a cidade dos ladrões de cavalos.

Se você gostou deste artigo, confira a segunda parte, A Vila de Amphail e seus Locais.


Referências

Eric L. B. City of Splendors: Waterdeep. Wizards of the Coast, 2005.
http://forgottenrealms.wikia.com/wiki/Amphail
Mohan K. ed. Sword Coast Adventurer’s Guide. Wizards of the Coast, 2015.

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s